Discentes da AESP recebem palestra sobre prevenção de acidentes aeronáuticos

12 de agosto de 2013 - 14:50

A Academia Estadual de Segurança Pública do Ceará (AESP/CE) recebeu, na manhã de hoje, 09 de agosto, de 9h às 12h, palestra sobre prevenção e investigação de acidentes aeronáuticos, ministrada pelo Ten Cel Aviador, Luis Cláudio Veloso Gonçalves, Chefe do Segundo Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA II), do Ministério da Defesa, e pelo Cel RR Aviador, José Roberto Mendes da Silva, Assessor de Segurança de Voo, juntamente com o Maj Especialista Aviador, Ivan Santos de Lima, Chefe da Seção de Investigação do SERIPA II.

Também integraram a mesa de discussão o Diretor Geral da AESP, Cel PM Roosevelt Alencar, o Cel EB Francisco Furtado, Assessor Especial de Pesquisa e Inovação da AESP, e o Maj PM Clauber de Paula, Orientador da Célula de Formação Profissional.

Assistiram a palestra discentes do Curso Superior de Segurança Pública (CSSP), do Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais (CAO), do Curso de Habilitação a Oficiais (CHO) e do Curso de Habilitação a Sargento do Corpo de Bombeiros Militar do Ceará (CHS/CBMCE), além de integrantes da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (CIOPAER), do CBMCE, da Defesa Civil, da Autarquia Municipal de Trânsito (AMC), bem como, de alunos do Curso de Capacitação de Corneteiros da Polícia Militar da Bahia (PMBA), que estão cumprindo estágio curricular na AESP.

A palestra faz parte do Ciclo de conferências denominado “Jornada Itinerante de Prevenção de Acidentes Aeronáuticos”, promovido pelo SERIPA II. O Órgão é responsável pelo planejamento, gerenciamento e execução das atividades de prevenção e investigação de acidentes aeronáuticos na Região Nordeste do Brasil, com exceção do Estado do Maranhão.

Foram abordados no evento o panorama da segurança de voo no Brasil, a prevenção de acidentes aeronáuticos, a exposição dos conceitos de acidentes e incidentes aéreos e os procedimentos dos órgãos públicos no local de uma ocorrência aeronáutica.

O Ten Cel Aviador Luis Cláudio Veloso também apresentou o balanço do número de acidentes na aviação civil brasileira desde 2003 até o primeiro semestre deste ano. Segundo o palestrante, não existe um número adequado ou aceitável para acidentes de voo, e a meta é extinguir esses casos no Brasil. “Não podemos aceitar a máxima que o poder econômico usa de que o ?número de acidentes é decorrente do aumento do número de voos?. O ideal é fazermos essas estatísticas chegarem a zero e investir em preparo, tecnologia, equipamentos e apoiar o homem que voa e faz voar”, explica.

O objetivo foi coordenar as ações necessárias entre os profissionais que atuarão, caso ocorra um acidente do tipo no Estado do Ceará. Roosevelt Alencar, Cel PM e Diretor Geral da AESP finaliza o evento afirmando que: "a  policia, principalmente numa área urbana, tem um relevante papel na hora de um acidente aéreo, pois, normalmente, é a primeira a chegar no local do sinistro, tendo, nesses casos, que isolar o local do acidente e controlar o acesso de pessoas, para evitar que curiosos se aproximem e se machuquem ou alterem o estado das coisas, a fim de não prejudicar as investigações da Aeronáutica e da pericia forense. O mais importante do que encontrar culpados é identificar as causas do acidente aéreo, para efeito de prevenção de novas ocorrências similares."