Alunos do Curso de Habilitação a Oficial participam de Treinamento de Tiro Policial Defensivo

14 de dezembro de 2012 - 13:20

Os 38 alunos da Turma 1, do Curso de Habilitação a Oficial da Polícia Militar do Ceará (CHO/PMCE), ministrado e realizado pela Academia Estadual de Segurança Pública do Ceará (AESP/CE), participaram,  no dia 11 de dezembro, de aulas práticas da disciplina de Tiro Policial Defensivo, nas instalações da antiga Academia de Polícia Civil do Ceará (APOC). Na manhã do dia 12 de dezembro, eles receberam as últimas instruções e realizaram a avaliação de desempenho individual.

Este treinamento é parte obrigatória da matriz curricular do Curso e totaliza uma carga horária de 30 horas/aula.


 

Ao todo, cada aluno efetuou 100 disparos: 60 com pistolas e 40 com carabinas. Atuou como instrutor da disciplina, o Major PM Frederico Gadelha, Orientador do Núcleo de Práticas Educacionais (NUPED) da AESP/CE.

O corpo discente é formado por subtenentes da Polícia Militar do Ceará, que ao encerrarem o curso, estarão aptos a conquistar o oficialato, atingindo a patente de tenente. O curso teve início em agosto deste ano e será encerrado neste mês de dezembro, totalizando 960 horas/aula. A coordenação do curso fica a cargo do Major PM Clauber de Paula, Orientador da Célula de Formação Profissional da Instituição.

A subtenente PM Patrícia, relata sobre a perspectiva de alcançar o oficialato após o encerramento do CHO: ?As expectativas são muitas, pois atrelada a esta nomeação está um série de novas responsabilidades. Mas são para elas que estamos nos preparando bem, exatamente no Curso?, afirma a aluna.

O Ten Cel PM Roosevelt Alencar, Diretor Geral da AESP/CE, acompanhou a turma de subtenentes durante o treinamento, na manhã do dia 12, e incentivou os presentes a aproveitarem ao máximo as instruções como forma de melhorar a desenvoltura individual em situações em que os tiros sejam necessários e também para aperfeiçoar o trabalho da corporação a qual representam. ?Temos de ter somado à técnica, o preparo psicológico. O lado emocional é extremamente importante. Só se deve atirar quando for necessário. Não queremos mostrar as armas de fogo, e sim, as pessoas que as usam, pois somos nós quem fazemos a nossa corporação e devemos querer melhorá-la de maneira conjunta?, explicou o Diretor Geral.


Diretor Geral da AESP/CE, Ten Cel PM Roosevelt Alencar, acompanhado do Coordenador do CHO/PMCE, Major PM Clauber De Paula, do Instrutor de Tiro Policial Defensivo, Major PM Frederico Gadelha, e do Capitão PM Ronaldo, em conversa com Turma I do Curso de Habilitação a Oficiais

Na ocasião, os alunos aproveitaram para contar ao Diretor, um pouco daquilo que aprenderam na viagem de estudos, realizada no período de 4 a 10 de dezembro, ao Distrito Federal e ao estado de Goiás, onde conheceram as realidades e experiências das Academias e dos Comandos Gerais de Polícia Militar destes Estados, como forma de sugerir melhoras no processo de ensino da AESP/CE, tendo como inspiração os êxitos obtidos nestas Instituições.


Diretor Geral, Ten Cel PM Alencar, é homenageado por alunos da Turma 1 do CHO/PMCE

Além disso, representados pela subtenente PM, Elisângela e pelo subtenente PM, Castro, os alunos prestaram uma singela homenagem ao Diretor, como forma de agradecimento pela atenção prestada e pelos esforços empreendidos para que eles pudessem conquistar mais estes conhecimentos complementares.