Com quase 400 alunos, quarta turma do concurso da PM inicia o curso preparatório

9 de Abril de 2018

André Victor – Repórter
Marcos Studart – Fotos

 

Governo do Ceará reforçou o compromisso de convocar até 5 mil candidatos habilitados que realizaram o concurso de 2016. Camilo Santana divulgou durante o evento que, ainda em 2018, será realizado concurso para a Pefoce.

Os 398 alunos da 4ª turma de aprovados do Concurso Público para ingresso na Polícia Militar do Ceará iniciaram, nesta segunda-feira (9), o Curso de Formação Profissional para a Carreira de Praças. A aula inaugural ocorreu na Academia Estadual de Segurança Pública (Aesp). O governador Camilo Santana participou do evento, acompanhado do secretário da Segurança Pública e Defesa Social, André Costa, e outras autoridades policiais.

Realizado em 2016, o concurso era inicialmente para 4.200 vagas. O Governo do Ceará assumiu o compromisso para convocar os candidatos habilitados até a posição número 5 mil do exame seletivo, conforme previsto no edital. As duas primeiras turmas, que somam 2.665 homens e mulheres, já concluíram o curso e estão nas ruas. A 3ª turma segue em treinamento na Academia, com 1.355 profissionais em formação.

Com a convocação dessas turmas da Polícia Militar, o Governo do Ceará soma cerca de 9 mil novos profissionais de segurança convocados nos últimos três anos. O governador Camilo Santana reforça que abrir concursos, investir em estrutura policial e colocar novos servidores em ação é parte crucial para o Estado seguir firme na luta pela redução dos índices de criminalidade.

“A turma que está agora na academia será concluída agora em maio. Em junho serão mais quase 1.400 novos profissionais nas ruas. Estão entrando aqui essa leva de quase 400 novos policiais. Portanto, estamos trabalhando para esse acréscimo no efetivo atual da Segurança Pública do Ceará para continuar fortalecendo o combate ao crime, tanto na Capital quanto no Interior”, disse o chefe do Executivo.

O secretário André Costa explica que os formandos do curso trarão mais poder de alcance e celeridade nas medidas executadas pelas Áreas Integradas de Segurança (AIS).

“A gente tem feito um trabalho com a Polícia Militar de implantação de policiamento em áreas de maior risco, com maior índice de homicídios, presença de grupos criminosos. Com esse efetivo reforçado, conseguimos colocar grande quantitativo de policiais nessas áreas para melhorar a contenção. Tanto é que há regiões que o número de homicídios caiu para praticamente zero com essas ações”, detalhou o titular da SSPDS.

O fim da espera


A trairiense Ana Flávia Teixeira, 20, realizou a prova de 2016 com a certeza de que seria um divisor de águas em sua vida. A concretização dos planos de ser uma servidora pública na área da Segurança. Nesta segunda-feira, comemorou junto a familiares e companheiros de Aesp por ser uma das 17 mulheres convocadas para a 4ª turma.

“Eu tenho muito orgulho de poder estar aqui e fazer parte dessa grande Academia. Foi difícil, mas eu batalhei. Vim do meu Interior em busca de preparação, fiz a prova do concurso e tinha a convicção que iria passar. Valeu a pena esperar para realizar esse sonho”, contou.

Para o aluno Alisson Porfiro Torres, 24, os momentos na Academia serão valiosos para ter acesso aos conhecimentos que ele tanto aguardou desde a realização do concurso. “Eu agradeço a oportunidade de integrar a T4. O Governo do Ceará cumpriu o compromisso de convocar aqueles que estavam na fila de espera. Agora é, assim como todos, me dedicar para fazer um bom curso e desempenhar da melhor forma o exercício policial no meu Estado”.

O Curso de Formação Profissional para a Carreira de Praças dura entre quatro e cinco meses, com carga horária de 10.020 horas/aula. É a terceira etapa do certame. A capacitação obedece a matriz curricular da Secretaria Nacional de Segurança Pública e Defesa Social. Os alunos serão avaliados em aulas teóricas e práticas de diversas áreas como: sociedade, ética e cidadania, tiro policial defensivo, direitos humanos, polítia comunitária, gestão de conflitos e ventos críticos, defesa pessoal, técnica policial militar, atendimento em emergências médicas e direção veicular aplicada a atividade policial militar.

Pefoce

Durante o discurso na aula inaugural, o governador Camilo Santana também anunciou que será realizado o concurso para Perícia Forente do Estado do Ceará ainda em 2018.

“A Pefoce é a polícia científica que faz todo o trabalho de análise para as investigações. Nós temos uma das melhores polícias forenses de todo o país. Temos equipamentos modernos, uma equipe altamente equipada. Vamos lançar edital e abrir concurso para novos profissionais já para esse ano”, revelou.